Pequenos ajustes, grande impacto

Continente poupa toneladas de plástico com mais duas medidas.

Comprometido com os objetivos estabelecidos para reduzir a utilização de plástico descartável, o Continente tem implementado uma série de medidas nesse sentido.

Recorde-se, por exemplo, os números apresentados no quarto trimestre do ano passado que davam conta de uma poupança anual de mais de 1589 toneladas de plástico. Reduzindo a incorporação de material virgem e integrando uma maior percentagem de plástico reciclado nas embalagens de marca própria, o Continente tem reduzido a pegada ecológica da sua atividade.

As últimas iniciativas anunciadas dão conta de uma poupança anual de plástico virgem na ordem das 180 toneladas:

Redução da dimensão do saco de bacalhau

À semelhança do que já tinha acontecido com os sacos ultraleves da secção de Frutas e Legumes, cuja altura foi reduzida em 5 centímetros, também os sacos de plástico do bacalhau vão sofrer um corte na dimensão, sem prejuízo para o cliente. 

Menos 10 centímetros de altura nos sacos de bacalhau irá permitir poupar 40 toneladas de plástico por ano.

Substituição do tipo de filme utilizado nas operações de loja

A substituição do filme estirável por um filme pré-estirado nas operações de loja irá permitir a redução de cerca de 140 toneladasde plástico virgem. Na prática, o filme pré-estirado permite um aproveitamento mais eficaz: com a mesma quantidade de plástico, através da redução da espessura do filme, consegue-se mais do dobro dos metros do filme estirável.

Em breve, o Continente deverá apresentar os resultados da poupança anual conseguida em 2019, comparativamente ao quarto trimestre de 2018.