Bebidas +Circulares incentiva depósito de garrafas e latas com pontos e prémios

Projeto-piloto funciona no concelho de Lisboa e tem novo sistema até 30 de junho.
Bebidas +Circulares

Partilhar

Tal como o projeto-piloto “Do Velho se Faz Novo”, também o “Bebidas +Circulares” se irá prolongar até ao final de junho com a atribuição de pontos e prémios como recompensa pelas embalagens depositadas. Desde 24 de janeiro que é possível, em qualquer uma das 11 lojas-piloto do concelho de Lisboa, acumular um ponto por cada garrafa ou lata devolvida.

Apesar de serem projetos distintos, “Do Velho se Faz Novo” e “Bebidas +Circulares” têm o mesmo objetivo, incentivar os cidadãos a devolver embalagens de bebidas, assegurar a recolha das mesmas para reciclagem e preparar o futuro sistema de depósito que deverá ser implementado em todo o país. 

O sistema é simples: primeiro deposita as suas garrafas, depois retira o talão da máquina no qual será emitido um código. Abre a app do projeto, O sistema é simples: as garrafas são depositadas e a máquina emite um talão com um código que deve ser introduzido na app do projecto. Os pontos poderão, depois, ser trocados por prémios (o catálogo poderá ser consultado online a breve trecho, de acordo com a organização da iniciativa).

A aplicação está disponível via telemóvel ou no computador através do link https://app.bebidascirculares.pt/.

Lojas Continente onde é possível encontrar as máquinas:

  • Continente Bom Dia Restelo, Belém (PET + latas)
  • Continente Modelo Alto do Lumiar (PET + latas)
  • Continente Modelo Marechal Gomes da Costa, Marvila (PET+ Latas +Vidro)

Para além dos prémios, os utilizadores da plataforma ficarão automaticamente habilitados a participar em passatempos semanais e mensais. Também é possível converter os pontos atribuídos em donativos solidários para a Associação Mais Proximidade Melhor Vida e para a Ajuda de Berço.

O que distingue o projeto Bebidas +Circulares?

A iniciativa Bebidas +Circulares, implementada apenas no concelho de Lisboa, tem como objetivo incentivar os cidadãos da capital a devolverem garrafas de plástico PET e de vidro e latas não-reutilizáveis de bebidas, para que o material seja recolhido, reciclado e incorporado na produção de novas embalagens de bebidas. Desenvolvida no âmbito da iniciativa “Lisboa Capital Verde Europeia 2020”, é promovida pela Associação Águas Minerais e de Nascente de Portugal (Apiam), pela Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED) e pela Associação Portuguesa das Bebidas Refrescantes Não Alcoólicas (Probeb) e conta com a colaboração do Continente com máquinas em três lojas. 

O projeto distingue-se de outras experiências em curso por ser possível depositar também latas e garrafas de vidro em alguns locais e por decorrer apenas no concelho de Lisboa, “para aumentar a representatividade da amostra e permitir uma melhor monitorização do comportamento dos consumidores”, conforme explicado no website

O projeto conta com um orçamento de perto de um milhão de euros, financiado em 90% pelo Programa “Ambiente, Alterações Climáticas e Economia de Baixo Carbono”, do Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu em Portugal para o período 2014-2021, criado na sequência da assinatura de um acordo entre Portugal, a Noruega, a Islândia e o Liechtenstein, o EEA Grants.

Fonte: website do projeto, www.bebidascirculares.pt

Artigos recentes

“Um dia para mudar os próximos”

Lisboa acolheu a National Geographic Summit 2022 para refletir sobre o “planeta possível”, com base na coexistência sustentável entre humanos e natureza.

Comentários

2 Comments

  1. Isto é tudo uma aldrabice

    Responder
  2. Em Oeiras e cascais onde se entregam as garrafas?

    Responder

Faça um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Pin It on Pinterest