Tampas de plástico transformadas em objetos do dia-a-dia

Designer belga é a mentora do projeto Plastic Factory.

Mathilde Rulens é uma jovem designer belga que transforma tampas de garrafas de plástico em peças originais. Objetos decorativos, taças, jarras e brincos fazem parte do catálogo criativo da Plastic Factory, nome do projeto que criou em 2018.  

O pai, escultor, ajudou Mathilde a tornar o projeto possível. Instalaram a Plastic Factory (batizaram assim a empresa familiar) em casa. Juntos, recolhem, reciclam e transformam as tampas de plástico em novos objetos. Em entrevista à Bloomberg, a designer belga relembrou que a durabilidade do plástico permite reciclá-lo diversas vezes, podendo assumir diferentes formas ao longo do tempo. Citando Mathilde, o plástico “é poluente, não é feito para ser usado uma vez” e deitar fora. “É feito para ser reaproveitado ou reciclado” – e Mathilde considera que é fundamental que as pessoas percebam isso.

Esquema ilustrativo do processo de transformação (tradução adaptada do francês): as tampas das garrafas de plástico (“plastiques récupérés”) são trituradas (na “broyeuse”), passam pelas “recicladoras” (“machines de transformation”) e transformam-se na matéria-prima com a qual Mathilde cria as peças (“objets”).

Depois de viajar pela Ásia durante alguns meses, a designer sentiu que devia fazer algo para combater o problema do lixo de plástico que se vai acumulando um pouco por todo o lado. Escolheu as tampas de garrafas de plástico por serem “pequenas e fáceis de guardar” e pelas muitas cores possíveis, que lhe permitem ser mais criativa. Além disso, o plástico utilizado nas tampas das garrafas é pensado para o contacto alimentar, o que – explicou Mathilde – o torna menos tóxico.

Vídeo Bloomberg QuickTake: Now

O sistema encontrado para o processo de transformação é o das “máquinas caseiras de reciclagem” do Precious Plastic, o mesmo utilizado por projetos como o Plástico à Vista. Quanto à recolha de tampas, Mathilde conseguiu um envolvimento de toda a comunidade, contando com instituições e até com os vizinhos nesta tarefa.

Atualmente, Mathilde dedica-se exclusivamente ao projeto e recicla, em média, entre 15 a 20 quilos de tampas de plástico por semana. As peças da Plastic Fabric podem ser vistas e compradas online, no showroom (na casa da família), em eventos e em algumas lojas belgas.

Algumas das peças de Mathilde Rulens. DR Plastic Factory