Prémio europeu Bandeira Azul para projeto nacional

“Goby – o que come o peixe?” distinguido pela Blue Flag.

A Blue Flag, organização internacional que atribui a distinção de Bandeira Azul às praias que melhor cumprem os critérios de qualidade e de sustentabilidade ambiental, promoveu pela primeira vez uma competição para distinguir as melhores práticas de proteção ambiental. Com a poluição como mote, praias de todo o mundo submeteram projetos inspiradores de sensibilização para o problema. Com um honroso terceiro lugar, os municípios de Alcobaça, Tavira e Cantanhede viram reconhecido o seu “Goby – o que come o peixe?”, um projeto implementado no verão passado nas praias de bandeira azul dos três concelhos.

Como uma espécie de ecoponto amarelo, em cada praia foram instaladas estruturas metálicas gigantes, em forma de peixe, para os veraneantes depositarem os resíduos de plástico. À medida que as estruturas se iam enchendo, a consciência da quantidade de plástico que é utilizado e descartado e que vai parar ao fundo do mar e, consequentemente, à cadeia alimentar dos peixes, ia também aumentando – ou, pelo menos, o objetivo do projeto era esse. Também a importância da reciclagem era uma das questões pensadas para o conceito da iniciativa.

DR Blue Flag. Imagens de algumas instalações do projeto “Goby – o que come o peixe?”

Este ano, a lista de praias distinguidas com Bandeira Azul será divulgada a 10 de junho e decorrerá durante a época balnear a 2ª edição da competição Melhores Práticas Ambientais. A divulgação dos resultados está prevista para imediatamente antes do início da época balnear de 2021, tal como aconteceu este ano, a 20 de maio.