(O primeiro) Dia Nacional da Sustentabilidade

Continente e DECO Proteste assinalam 25 de setembro como dia simbólico.

Um dia exclusivamente dedicado à sustentabilidade para apelar ao consumo responsável. Continente e DECO Proteste juntaram-se para criar momentos de maior proximidade com os consumidores, ajudando-os a fazer escolhas mais sustentáveis. Ainda que a proposta de um Dia Nacional da Sustentabilidade esteja sob aprovação da Assembleia da República, o Continente e a DECO Proteste uniram-se para o assinalar simbolicamente a 25 de setembro, data em que as Nações Unidas, em 2015, adotaram oficialmente os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Decorrerá uma ação de sensibilização entre as 15h do dia 25 e as 19h do dia 27, em exclusivo em 8 lojas Continente espalhadas pelo país (Viseu, Viana do Castelo, Maia – loja Maia Jardim, S. João da Madeira, Amadora, Loulé, Santarém e Évora). “Desde a diminuição da utilização de sacos a soluções para diminuir o desperdício alimentar e energético”, a DECO Proteste e o Continente “partilham novos hábitos que poderão fazer a diferença no amanhã”, explica Bruno Santos, da DECO.

A proposta de criação do Dia Nacional da Sustentabilidade foi entregue em abril na Assembleia da República, estando a aguardar o agendamento da discussão da mesma em plenário. Bruno Santos relembra que “é fundamental que os consumidores se juntem a nós para conseguirmos o reconhecimento deste dia”. Para Pedro Lago, Diretor de Projetos de Sustentabilidade e Economia Circular da Sonae MC, “a existência de um dia nacional reforça a responsabilidade coletiva”, embora a sustentabilidade seja trabalhada no Continente todos os dias. “É por isso”, conclui, “que somos a primeira cadeia de retalho em Portugal a querermos associar-nos a este dia”.

Salvaguardando os cuidados implícitos ao estado de contingência que vivemos, as ações dinamizadas servirão sobretudo para sensibilizar os consumidores para a importância de atuarmos em conjunto, em prol de um futuro mais sustentável – como tem sido constantemente partilhado pelo Continente, de acordo com o seu compromisso ambiental.