Já é possível trocar garrafas de plástico por vales de desconto

Máquinas automáticas podem ser encontradas em 23 superfícies comerciais do país.

O anunciado depósito de embalagens de plástico não reutilizáveis é, finalmente, uma realidade. Inicialmente previsto para o final de 2019, o projeto-piloto arrancou a 13 de março em 23 superfícies comerciais de norte a sul do país, entre as quais 14 lojas Continente.

O sistema é simples: garrafas de plástico PET (o tipo de plástico comummente utilizado em embalagens de água e sumos), não reutilizáveis, podem ser trocadas por vales para descontar em compras na superfície comercial (no caso dos hipermercados Continente, é possível utilizar os descontos em qualquer loja do país). As garrafas entre 0,10 e 0,50 litros valem dois cêntimos e as garrafas com capacidade acima de meio litro e até dois litros valem cinco cêntimos. Também se pode doar o valor acumulado a uma instituição de solidariedade social. Em breve, a informação sobre quais as entidades abrangidas será disponibilizada no site do projeto.

Como funciona?
Regras de utilização

• São aceites todas as garrafas de bebidas em plástico, do tipo PET, não reutilizáveis (águas, sumos, refrigerantes, etc.)
• As restantes embalagens em plástico devem continuar a ser depositadas no ecoponto amarelo.
• As garrafas devem ser colocadas com a base virada para o interior da máquina, uma de cada vez.

As garrafas não devem ter líquidos nem estar espalmadas
As garrafas devem ter tampa e o rótulo intacto com o código de barras legível

• A máquina de recolha automática emite o talão de desconto, com o valor correspondente à quantidade de garrafas colocadas para reciclagem.

Fonte: “Do velho se faz novo”, site oficial do projeto

Onde posso encontrar as máquinas?

Nesta primeira fase, uma vez que são poucas as máquinas disponíveis no país, foi feita uma distribuição geográfica, da responsabilidade da Agência Portuguesa do Ambiente, de acordo com critérios como a densidade populacional da região.

Em Portugal continental é possível encontrar superfícies comerciais com as máquinas de depósito de garrafas de plástico um pouco por todo o território. Para já, os arquipélagos dos Açores e da Madeira não estão abrangidos pelo projeto-piloto, que estará em testes nos próximos dezoito meses.

DR. Saiba onde encontrar as máquinas no site do projeto.

Lojas Continente onde o sistema está disponível (de norte a sul do país):

Continente Modelo de Monção

Continente de Braga

Continente do Porto (CC Alameda)

Continente Gaia Jardim

Continente de Coimbra (CoimbraShopping)

Continente de Viseu

Continente da Covilhã

Continente de Leiria

Continente Modelo de Almeirim

Continente da Amadora

Continente Modelo de Portalegre

Continente de Évora

Continente de Beja

Continente Modelo de Sines

Incentivar a reciclagem

Em comunicado oficial, o Ministério do Ambiente destacou que através deste sistema será possível garantir “o encaminhamento para reciclagem de elevada qualidade”, e maximizar “a circularidade dos materiais” ao permitir a incorporação do plástico reciclado em novas garrafas.

O projeto-piloto servirá também para “adquirir experiência e produzir ensinamentos” para a implementação efetiva do sistema, segundo se pode ler no mesmo comunicado. A partir de 1 de janeiro de 2022, de acordo com as diretrizes europeias, será obrigatório assegurar o sistema de depósito de embalagens de bebidas não só de plástico como também de vidro e alumínio – à semelhança do que já acontece em alguns países-membros.

Para a implementação do sistema foi criado um consórcio que une entidades governamentais, produtores e distribuidores. O mote escolhido para comunicar a campanha reflete também o benefício para o consumidor e para o planeta: “Quando do velho se faz novo, todos ganham!”