Fora da Caixa: o que tem sido feito no âmbito deste projeto?

Entrevista a Pedro Lago, diretor de Projetos de Sustentabilidade e Economia Circular na MC, sobre o futuro da iniciativa.
Fora da Caixa Continente

Partilhar

Lançada a 13 de dezembro de 2021, a plataforma Fora da Caixa é uma caixa de sugestões virtual que acolhe ideias dos consumidores para tornar as embalagens da marca Continente mais sustentáveis. A ideia é receber, ouvir e implementar propostas que possam fazer sentido neste desígnio comum entre marca e as pessoas. As sugestões continuam a chegar e o Continente tem trabalhado no sentido de as auscultar. Pedro Lago, diretor de Projetos de Sustentabilidade e Economia Circular na MC, faz parte da equipa multidisciplinar de especialistas da MC que avalia as ideias Fora da Caixa. Fizemos-lhe algumas perguntas para perceber o que está previsto para o projeto. 

Como foi o processo de seleção de ideias?

[Pedro Lago] A ideia do ‘Fora da Caixa’ foi dar voz aos nossos clientes, numa lógica dupla – a de percebermos o que pretendem em termos de embalagens e em que áreas consideram mais relevante atuarmos; e com a intenção de obtermos novas ideias, disruptivas, soluções que ainda não idealizamos, eventualmente condicionados pelo conhecimento das soluções existentes no mercado e pelos constrangimentos técnicos existentes. Procurávamos ideias verdadeiramente fora da caixa.

Analisámos, então, cuidadosamente cada uma das muitas ideias recebidas – e muito agradecemos aos nossos clientes tão extraordinária participação – e começámos por excluir aquelas que ou já tínhamos implementado ou que não salvaguardavam uma das funções básicas das embalagens que é a proteção do produto, seja em termos de danos físicos, de potenciais contaminações, ou outros. Temos igualmente como um dos objetivos estratégicos o combate ao desperdício alimentar, pelo que temos que encontrar soluções sustentáveis para as embalagens que não impactem negativamente esta variável.

Fizemos ainda um exercício de agregação de ideias que eram muitos parecidas entre si, e a partir daí votámos (entre os diversos membros do júri) as ideias que considerámos mais inovadoras e com maior impacto potencial.

Quais os principais critérios para o top 10 (partindo do princípio que qualquer uma das propostas finalistas poderia ser implementada)?

[Pedro Lago] Tivemos muito mais do que dez boas ideias. Mas como já as tínhamos hierarquizado em função da votação do júri, foi relativamente fácil selecionar o top 10. Apenas não foi um processo totalmente linear porque acrescentámos 3 critérios que nos pareceram relevantes para esta fase: serem ideias que o cidadão comum conseguisse entender – que não fossem demasiado técnicas ou rebuscadas; estarmos seguros da sua bondade ao nível ambiental, já que algumas careceriam de uma análise técnica complexa, nomeadamente de análises de ciclo de vida; e que fossem exequíveis a curto, médio-prazo.

Como foi decidida a ideia vencedora?

[Pedro Lago] A ideia vencedora resultou naturalmente da escolha do público. De qualquer modo, a seleção desta ideia em particular para o top 10 carece de uma explicação. A área em que recolhemos mais ideias foi, de longe, a fruta e legumes. E a maior parte das ideias nesta área passava pela retirada total da embalagem (que não é possível num conjunto de fruta e legumes, sob pena de se aumentar o desperdício) ou pela diminuição do plástico. E tínhamos imensas ideias muito parecidas entre si, sendo umas mais genéricas e outras mais específicas. Tendo em conta a relevância estatística das ideias deste tipo e nesta área, pensamos que não as podíamos deixar de fora, e optámos por escolher uma ideia que no fundo representasse o conjunto. Na ausência de melhor critério, selecionámos a primeira ideia desse “lote”. Ou seja, nunca interpretámos esta ideia de forma literal, mas representativa das ideias de eliminação de embalagem ou redução do plástico na fruta e legumes.

Recorde

O mote do desafio de lançamento do Fora da Caixa: “Tem uma ideia para melhorar as embalagens dos produtos de marca própria do Continente? Alterar, reduzir, eliminar materiais ou qualquer outra sugestão que tenha, no lançamento da plataforma Fora da Caixa o desafio é geral e são elegíveis ideias para todo o tipo de embalagens, do plástico ao cartão.”

A ideia vencedora: “Acabar com frutas e legumes embalados. Frequentemente encontramos frescos em pouca quantidade embalados e envolvidos em plástico, quando não necessitam. Basta embrulhar em papel seda, selar com o autocolante e colocar no saco de rede ou carrinho! É uma alternativa ao plástico e pode ser reciclado e reutilizado”.

Entrevista à vencedora, Inês Sousa

Sobre o futuro

Estão previstos outros desafios ‘Fora da Caixa’?

[Pedro Lago] Neste momento estamos focados na implementação das ideias que consideramos mais urgentes. A seu tempo, avaliaremos o projeto e decidiremos sobre o futuro. De qualquer modo, estamos sempre muito recetivos às ideias de todos, que analisamos sempre muito cuidadosamente e que nunca deixamos sem resposta. Seja através do ‘Fora da Caixa’, seja através dos restantes canais de comunicação.

Quase em jeito de balanço da iniciativa: foi uma surpresa receber tantas sugestões? O que acrescenta de novo aos canais de comunicação direta com os clientes?

[Pedro Lago] Sabemos que os consumidores portugueses confiam muito no Continente e participam sempre ativamente nas nossas iniciativas, mas mesmo assim a dimensão da adesão superou as nossas expectativas. Até porque não se tratava de simplesmente fazer um comentário ou dar uma resposta, mas sim de dar sugestões concretas, o que nem sempre é fácil.
Mas o que é mais importante destacar é a disrupção que esta iniciativa constitui. Trata-se de dar a oportunidade a todas as pessoas de idealizarem soluções sustentáveis de embalagem que beneficiem todos nós. De fazerem realmente, e muito diretamente, parte das soluções, de assinarem essas soluções… Este é um passo para lá de tudo o que tinha sido feito até agora.

Artigos recentes

Comentários

0 Comments

Faça um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Pin It on Pinterest