Desafio: um mês sem plástico descartável

O #plasticfreejuly já chegou a 250 milhões de pessoas.

Dez anos de uma iniciativa que incentiva pessoas de todo o mundo a olharem à sua volta e tentarem reduzir o plástico descartável. Idealmente, pelo menos durante o desafio de um mês, o plano que se propõe é recusar tudo o que não seja reutilizável.

A campanha começou por iniciativa da australiana Rebecca Prince-Ruiz e de uma pequena equipa local, mas rapidamente transformou-se numa iniciativa de alcance global. Segundo a organização, agora constituída fundação, já são cerca de 250 milhões as pessoas envolvidas desde a primeira edição, em 2011 – e muitas acabam mesmo por prolongar o desafio para além de julho.

Dicas para quem vai participar no desafio pela primeira vez

Através de pequenas ações diárias, é possível evitar o plástico de uso único e, quiçá, criar hábitos duradouros que minimizem a pegada ecológica. E tudo começa nas compras, se planearmos a ida ao supermercado e escolhermos bem as melhores alternativas. Optar por produtos a granel e não comprar garrafas de água de plástico descartável, por exemplo, são algumas dicas simples. Na página oficial do Plastic Free July há várias ideias de como reduzir o desperdício e se envolver na iniciativa, histórias inspiradoras de pessoas que fizeram pequenas (grandes) mudanças nas suas vidas e alguns recursos multimédia para se informar melhor, como este vídeo:

(em inglês e com dados da Austrália mas adequado a todo o mundo)

O grande propósito da Plastic Free Foundation é promover mudanças positivas que contribuam para um futuro sem resíduos de plástico. Saiba mais e participe no desafio #plasticfreejuly nas redes sociais. Também pode partilhar algumas imagens com a hashtag #p3_antiplastico do Público.

Um movimento que já uniu milhões de pessoas de 177 países diferentes por uma causa que é de todos, torna-se ainda mais importante este ano, já que devido à pandemia de covid-19 houve alguns recuos na proibição de certos descartáveis, sendo importante refletir sobre a questão das máscaras descartáveis, já que há cada vez mais alternativas reutilizáveis.

[Pequeno “resumo” da SIC sobre o desafio e a questão das máscaras por Susana Fonseca, da Associação Ambientalista ZERO.]

Também no âmbito deste movimento global surgiu uma iniciativa nacional promovida por cinco jovens, o “Simplesmente Desplastifica”. Durante o mês de julho serão lançados desafios através do Facebook e do Instagram. Todas as semanas há um tema definido, da higiene à alimentação. Para seguir aqui.