Subscreva a nossa newsletter

Fazer um uso mais responsável do plástico é uma missão de todos nós.

Embarque connosco nesta jornada por uma vida mais sustentável.

 

Subscreva a nossa newsletter

#BomParaPortugal: reveja todos os momentos do palco Sustentabilidade

Mega evento para celebrar Portugal com programação intensiva durante 6 horas.

Bom Para Portugal foi o mote escolhido pelo Continente para celebrar o que é nacional. Com vários eventos em simultâneo e transmissão em direto no Youtube e na TVI, o 10 de Junho foi assinalado com pompa e relevância. Neste artigo, partilhamos uma espécie de apanhado geral do que aconteceu no palco dedicado à sustentabilidade, com links para ver ou rever as conversas, entrevistas e workshops.

No arranque do Festival, uma reflexão sobre os desafios que teremos, no futuro, numa sociedade que está em constante mudança. A conversa moderada Marta Leite Castro teve como intervenientes Francisco George da Cruz Vermelha Portuguesa, Sandra Ribeiro da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, Luísa Schmidt do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa e responsável pela coordenação do 2º Grande Inquérito sobre Sustentabilidade em Portugal e Mariana Silva da Sonae MC.

Aproveitar a “influência” social para partilhar mensagens sustentáveis é um importante contributo para mudar comportamentos. Catarina Barreiros, uma das convidadas da conversa que se seguiu, tem quase 77 mil seguidores no Instagram. Diariamente partilha dicas, boas práticas e alertas relacionados com a sustentabilidade.“A tripeirinha”, o nome pelo qual Sofia Manuel é conhecida nas redes sociais, também se tornou uma referência para milhares de pessoas que procuram saber mais sobre plantas. Ayalla Botto foi o outro convidado da conversa moderada por Ana Varela da TVI dedicada aos “influenciadores sustentáveis”.

Nem os “amigos patudos” foram esquecidos e os 30 minutos dedicados aos “Animais, parceiros de uma vida” passaram a voar.

Segundo dados da Comissão Europeia, um terço dos alimentos produzidos no mundo são desperdiçados. São várias as iniciativas do Continente para combater o desperdício alimentar. Pedro Lago, responsável pelos projetos de sustentabilidade e economia circular da Sonae MC, foi o pivot da Sonae MC para falar do compromisso neste âmbito. Hunter Halder, fundador do movimento comunitário Refood, falou sobre a missão de combater o desperdício canalizando os excedentes diários de restaurantes e cantinas para alimentar os mais carenciados. Vanda Serrumbia da Casa da Prisca e Iva Pires da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas também participaram na conversa moderada por Marta Leite e Castro que acabou por abordar a perspetiva mais social e de responsabilidade comum por combater este grave problema.

Um painel dedicado ao Plástico Responsável

“O plástico é um problema, é sabido”, mas “o que é que as pessoas ainda não sabem sobre o plástico que polui os nossos oceanos”? Foi assim que Maria João Rosa, jornalista da TVI, se dirigiu a Samantha Smith da Ocean Hope, um projeto dedicado à sensibilização para a poluição através de ações como limpeza de praia. Samantha começou por explicar o problema dos microplásticos, que, pela dimensão que têm e por se decomporem, “entram na cadeia alimentar” – e pode estar presente, até, na água que bebemos. E “o que podemos fazer para o eliminar na natureza?” – como disse a moderadora, a “pergunta para 1 milhão de dólares”. “Cada um pode contribuir, tendo consciência de que, enquanto consumidores, temos responsabilidade” e podemos reduzir o plástico desnecessário, relembrou a fundadora da Ocean Hope.

Ana Alves defendeu a perspectiva da Sonae MC, que é a da utilização responsável. “O problema é o mau uso e o uso em excesso, e isso deve travar-se na origem”, usando apenas o que é necessário. É por isso que a Sonae MC tem um manual de eco design das embalagens de marca própria, para reduzir ao máximo o plástico desnecessário, reutilizar sempre que possível e procurar perceber se há alternativas mais sustentáveis. Procurar que não seja “um ciclo fechado” e simplificar, se possível, o processo que cabe, depois, ao cliente. Por exemplo, criando iconografia própria com instruções para a correta reciclagem. “Coisas que parecem muito simples” mas que fazem toda a diferença, conforme explicou a responsável pela marca própria Continente. Também Diana Nicolau, da Lipor, e Susana Fonseca, da Zero – Associação Ambientalista, participaram no debate.

Sustentabilidade do planeta e vida eco-friendly

“O conhecimento científico deixa, há décadas, avisos a toda a Humanidade sobre as ameaças globais à sustentabilidade do planeta e grande parte do apelo tem sido potenciado pelos ativistas ambientais” foi a introdução feita por João Póvoa Marinheiro a “uma das vozes mais conhecidas e reconhecidas do país”, Eduardo Rego. “Uma cara que associamos à própria natureza”, brincou o jornalista, no início da conversa com o também fundador do movimento Loving the Planet.

João Póvoa Marinheiro seguiu a conversa com as convidadas Paula Nunes da Silva da Quercus, Ana Amaral da Sonae MC e as atrizes Ana Varela e Madalena Brandão sobre vida eco-friendly, partilhando algumas ideias de como o fazer.

Valorizar o que é nacional é pensar na sustentabilidade

“Made in Portugal” teve como convidados Vasco Portugal da Sensei, Inês Almeida da Type, Ondina Afonso do Clube Produtores Continente e com a atriz Marta Andrino.

Pensar e viver em comunidade

É essencial para o equilíbrio da sociedade tomarmos consciência do planeta e do impacto das nossas ações na natureza mas, para tal, é essencial pensar e trabalhar em comunidade, valorizando recursos e pessoas. “Crescer em comunidade” e igualdade de género intitularam mais dois interessantes debates.

Durante toda a tarde, a música nacional animou o festival:

David Carreira cantou a música oficial de apoio à seleção nacional de futebol e o festival acabou em beleza com Sofia Escobar a entoar o hino de Portugal acompanhada por uma orquestra.

WORKSHOPS

Workshop horta caseira sustentável com André Maciel da Hortas XL

Workshop sustentabilidade na cozinha com Catarina Barreiros