A não perder: “Plástico, o novo continente”

TVI exibe, até 17 de agosto, uma série de reportagens sobre o impacto do plástico no mundo.

“E todo o mundo está escondido e ninguém faz barulho.” Assim começa a primeira de sete reportagens da série Plástico, o novo continente, citando Nick Cave em Bright Horses. Estaremos a andar demasiado rápido para o planeta? Nos últimos meses, a pandemia e o confinamento obrigatório que provocou obrigaram o mundo a parar… e o ar ficou mais puro. A reflexão inicial passa por fazer este “ponto de situação”: E agora?

A jornalista da TVI Catarina Canelas e o repórter de imagem João Franco juntaram histórias de sete países, de quatro continentes, para retratar quais os principais impactos do plástico e de que forma já estão a afetar as nossas vidas e as dos restantes habitantes do planeta.

Animais marinhos, um pouco por todo o mundo, confundem plástico com alimentos – acabando, muitos, por dar à costa com os estômagos cheios de lixo. Este problema global que tem provocado a morte de tantos animais devia ser suficiente para despertar consciências para a responsabilidade conjunta de travá-lo.

Ao mesmo tempo que o plástico não deixa de ser considerado uma das mais úteis invenções do homem (basta pensarmos no que veio facilitar em termos de utensílios hospitalares, por exemplo), a forma como é descartado indevidamente está, efetivamente, a ter consequências ambientais e, até, na saúde humana. Os microplásticos parecem estar em todo o lado, e começam a integrar a nossa dieta alimentar.

Acompanhe a série de reportagens da TVI, entre 10 e 17 de agosto, diariamente no Jornal das 8 (episódios disponíveis aqui).