Mudanças quase impercetíveis que permitem poupar toneladas

Alterações nos rolos da charcutaria e cuvetes de carne. 
Alterações nos rolos da charcutaria e cuvetes de carne Continente

Partilhar

Diariamente, as equipas Continente trabalham com o objetivo de melhorar os produtos, mas também as suas embalagens. Com o objetivo comum de alcançar as metas definidas no Compromisso, nomeadamente a de que todas as embalagens sejam 100% reutilizáveis, recicláveis ou compostáveis até 2025, há pequenas e quase impercetíveis mudanças que permitem poupar toneladas de plástico.

Rolo paperlike utilizado para embalar os fatiados na charcutaria

Sabe o que é? A folha utilizada para embalar produtos de charcutaria que parece papel mas, na verdade, é plástico com acabamento em carbonato de cálcio. Surgiu em 2001 para resolver um problema: até então, era utilizado um material aparentemente semelhante mas que resultava da combinação de papel e plástico, pelo que não podia ser reciclado. O paperlike, além de ser mais eficaz na conservação de alimentos frescos, é 100% reciclável e é produzido em Portugal, diminuindo também a pegada ambiental do transporte. 

Recentemente, o Continente reduziu a espessura dos rolos de paperlike utilizados para embalar os fatiados na charcutaria, como o queijo e o fiambre, e assim vão ser poupadas 10 toneladas de plástico virgem por ano. 

Cuvetes: esferovite vs. PET

Já na seção de talho, enquanto as cuvetes forem a solução mais adequada e viável para alguns produtos, nomeadamente os bifes vendidos a corte, o ideal é que o material com que estas são feitas seja reciclável. Por isso, o Continente alterou o material das cuvetes de esferovite (EPS, um plástico não-reciclável) para PET. Por ano, são 16 toneladas de plástico que podem ser recicladas, dando vida a novos produtos, numa verdadeira economia circular. 

Artigos recentes

“Um dia para mudar os próximos”

Lisboa acolheu a National Geographic Summit 2022 para refletir sobre o “planeta possível”, com base na coexistência sustentável entre humanos e natureza.

Comentários

0 Comments

Faça um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Pin It on Pinterest