Tailored Tile transforma resíduos de plástico em revestimento ecológico

Projeto dá nova vida aos desperdícios da indústria do plástico.  

As peças criadas pela Tailored Tile, os tilegrams, são uma espécie de azulejo feito a partir do reaproveitamento dos resíduos da indústria do plástico. Combinados em painéis personalizados de diferentes dimensões, são uma solução para evitar o desperdício do plástico, ao mesmo tempo que têm uma função decorativa e de revestimento das paredes.

A ideia partiu da arquiteta Ana Rita Rodrigues e do engenheiro químico Bruno Campos, que trabalha na produção de peças de plástico para a indústria automóvel. Ana Rita já tinha vontade de criar um produto decorativo que fosse fácil de aplicar nas paredes sem as estragar, fácil de substituir e de reciclar. Já Bruno rejeitava constantemente dezenas de pequenas peças de plástico devido a defeitos estéticos não percetíveis. Pensar numa solução criativa para o plástico desperdiçado “surgiu em simultâneo”, conta a arquiteta. “Unimos as nossas ideias e a nossa vontade para criar este produto”, explica Ana Rita, e nasceu a marca Tailored Tile.

“O desperdício é uma realidade”, alerta a arquiteta, “e necessitamos de conceber produtos cujo início marca o fim de uma outra existência”. A economia circular deve, portanto, “constar nos requisitos de desenvolvimento de novos produtos”, defende a cofundadora da Tailored Tiles. Defende também a urgência de “pensar no fim de vida do produto”, considerando que perde a utilidade mas não deixa de existir.

Pensar a reutilização desde o início

Da ideia à concretização, Ana Rita Rodrigues e Bruno Campos passaram pela adaptação dos moldes dos “ladrilhos” da Tailored Tile, os tilegrams, a limitações da matéria-prima e do próprio investimento. Neste momento, contam já com uma rede de parceiros que lhes permite a produção em larga escala. Mudaram-se para a Marinha Grande, onde estão os fornecedores e a matéria-prima – o distrito de Leiria é uma das zonas do país com maior tradição da indústria dos plásticos.

Além da essência ecológica do processo de produção da Tailored Tile, a personalização dos painéis e a facilidade de aplicá-los são outros dos fatores que distinguem o produto. “O nosso produto é único”, afirma, confiante, Ana Rita. “Creio que o facto de termos pensado desde o início na sua reutilização nos levou a criar um produto altamente prático”. Se um cliente se cansar do produto, tem a possibilidade de devolver os tilegrams para recuperar a matéria-prima e criar novos tilegrams.

É possível personalizar os painéis da Tailored Tile.

É possível encomendar painéis com 12, 20, 30, 40 ou 50 tilegrams, estrategicamente embalados em caixas de cartão reciclado. “O produto é versátil, pode ser colado diretamente na parede, pode ser integrado numa moldura, pode ser criado um painel com espaçamento entre os tilegrams”, explica Ana Rita. “Os nossos clientes são muito originais”, elogia. A personalização com desenhos, fotos ou logótipos de empresas é uma caraterística que também diferencia a Tailored Tile.

Para breve, está prevista a criação de um painel, em parceria com o Município de Ovar, “onde teremos a oportunidade de criar uma abordagem diferente do azulejo”, avança Ana Rita. Para o futuro, o objetivo da Tailored Tile é conseguir a comercialização em larga escala e, essencialmente, “dar uma segunda vida ao plástico”.