Lisboa tem mais um supermercado sem plástico na fruta e legumes

Novo Continente Bom Dia do Martim Moniz tem zona 100% livre de plástico descartável.

Em alternativa aos sacos de plástico descartáveis, os clientes da nova loja Continente Bom Dia de Lisboa podem utilizar os sacos de papel gratuitamente disponibilizados na secção de fruta e legumes, os sacos reutilizáveis (e laváveis) de algodão ou poliéster ou ainda trazer os seus sacos de casa. A loja da Praça Martim Moniz é a segunda da capital, a seguir ao Continente Modelo da Alta de Lisboa, a ter uma zona totalmente livre de plástico descartável. 

A loja, inaugurada a 13 de maio, garante todas as regras de segurança recomendadas para conter o contágio da covid-19. Para preservar a protecção de clientes e funcionários, a entrada de clientes é limitada e com obrigatoriedade do uso de máscara. Nas caixas há acrílicos de protecção e os clientes devem respeitar, à medida a que se aproximam da fase final das suas compras, as marcas que garantem o distanciamento na fila para pagamento.

O Continente foi pioneiro na conceção de lojas single-use-plastic free (sem plástico descartável) com a inauguração do Continente Bom Dia do Via Catarina, no Porto, a primeira loja em Portugal a não utilizar plásticos descartáveis na “praça” de frutas e legumes.

A marca está a levar a cabo um movimento de redução de plástico na secção de frutas e legumes de todas as lojas, não apenas nas embalagens – como é o caso dos mini-tomates, alho-francês e ervas aromáticas –, mas também na venda a granel com a eliminação dos alvéolos de plástico das caixas das frutas. Esta medida permitirá uma poupança anual superior a 115 toneladas de plástico, contabilizando apenas esta secção.