Subscreva a nossa newsletter

Fazer um uso mais responsável do plástico é uma missão de todos nós.

Embarque connosco nesta jornada por uma vida mais sustentável.

 

Subscreva a nossa newsletter

Procuram-se pessoas que queiram salvar o planeta

Iniciativa da Electrão irá premiar as melhores práticas.

“Afinal, o que fazes pelo planeta?” – a pergunta é da Electrão. A associação de gestão de resíduos quer inspirar as pessoas a tornarem-se agentes de mudança num movimento pela defesa do ambiente. “Faz pelo Planeta” quer inspirar e mobilizar cidadãos e empresas a mudarem hábitos, promovendo a reciclagem e a economia circular. E há um grande desafio: encontrar heróis anónimos que inspirem outros com boas práticas. Os “big changers” vão ganhar uma viagem de quatro dias ao maior parque florestal da Europa, na Polónia.

“Os big changers são pessoas como tu, mas que decidiram mudar os seus hábitos para defender o Planeta”, explica-se no website da iniciativa. Pessoas cujas histórias “são marcadas pela preocupação com o Ambiente” e por ações que mobilizam outros cidadãos a mudarem também. A Electrão escolheu alguns exemplos, como embaixadores da iniciativa, dando início a uma espécie de comunidade de mudança.

Em cima (da esq. para a direita): Ana Milhazes, Anna Masiello, Catarina e Rita Leitão, Catarina Matos
Em baixo: Gonçalo de Carvalho, Inês Soares, Joana Tadeu, Raquel Gaspar

Pessoas anónimas que recolhem plástico na praia ou que adotaram um estilo de vida sustentável, “o amigo que criou uma página web com conselhos sustentáveis ou o primo que faz artesanato usando resíduos” são potenciais candidatos a “campeões da mudança”, como referido no website do movimento. São esses indivíduos, que diariamente fazem algo pelo planeta, que a Electrão quer distinguir. Também as empresas que se destacam pelas boas práticas ambientais poderão ser distinguidas como “corporate changers”.

Manifesto “Faz pelo Planeta” by Electrão:

O desafio e as recompensas

Conhece alguém que seja uma inspiração nesta área? Pode nomeá-la, submetendo a candidatura. Mas este movimento “quer chegar aos principais pilares da sociedade”, como referido da página do projeto. Por isso, as empresas também serão distinguidas pelas boas práticas ambientais. Segundo o website do “Faz pelo Planeta”, em todas as empresas “há sempre um colaborador que tem uma maior dedicação às causas ambientais”. É esse colaborador que a Electrão procura, um “aliado para motivar que a mudança aconteça dentro das empresas.”

Não é só o reconhecimento das ações que os “agentes de mudança” terão: todos os nomeados vão receber um “kit” com alguns brindes sustentáveis. O grande vencedor conquistará o estatuto de “big changer” e irá receber uma viagem para duas pessoas ao Parque Nacional Białowieża, na Polónia, o maior parque florestal da Europa. Como contrapartida, a viagem deverá ser documentada para que, partilhada, sirva de inspiração.

Até 31 de agosto, é possível submeter candidaturas. Se conhece alguém que possa ser um “campeão da mudança” ambiental, é uma oportunidade de o tirar do anonimato. Há uma página para esclarecer dúvidas e pode ainda falar diretamente com a organização.

A Electrão é responsável pela gestão de três fluxos de resíduos – equipamentos elétricos e eletrónicos, pilhas e resíduos de embalagens – e promove, com frequência, projetos de sensibilização e de recolha. Colabora com vários parceiros na implementação de campanhas, como a “Electrão Escolas” ou a parceria com o Corpo Nacional de Escutas, ambos projetos de sensibilização e recolha de pilhas e de baterias usadas. Nesta iniciativa, conta com o apoio da Agência Portuguesa do Ambiente e o alto patrocínio do Presidente da República.

No website do movimento é ainda possível encontrar algumas dicas para “fazer mais pelo planeta”.