Subscreva a nossa newsletter

Fazer um uso mais responsável do plástico é uma missão de todos nós.

Embarque connosco nesta jornada por uma vida mais sustentável.

 

Subscreva a nossa newsletter

SOS Animal lança campanha para proteger os oceanos

ONG alerta para o aumento exponencial de plástico nos oceanos.

Parece básico, “não deite lixo no mar”, mas, com a pandemia, “estima-se que o plástico nos oceanos tenha aumentado cerca de 300 por cento”, citando Sandra Duarte Cardoso da SOS Animal. A ONG portuguesa de proteção animal e ambiental alerta para o impacto do plástico na vida marinha e, consequentemente, na vida humana. “São estes ecossistemas que sustentam a vida de todos os seres vivos, é neles que se produz a maior parte do oxigénio que respiramos” é um dos principais argumentos da campanha.

“Se nada fizermos, em 2050 haverá mais plástico do que peixes nos oceanos”: a campanha lança o apelo para esta questão ambiental que aumentou exponencial mente com a pandemia de COVID-19 devido ao uso de máscaras, luvas e outros materiais descartáveis. Se, por um lado, o plástico descartável terá contribuído para travar o contágio, a não reciclagem dos referidos equipamentos de proteção e o incompreensível destino de muitos – descartados na natureza – trouxeram um retrocesso à luta dos últimos anos contra o uso indevido do plástico.

A campanha da SOS Animal conta com o apoio da Caixa Geral de Depósitos e está a ser difundida através de vários meios com o objetivo de sensibilizar a população.

“A mudança começa em si.
Reduza
Reutilize
Recicle.”

Entrevista de Sandra Duarte Cardoso, presidente da SOS Animal, ao programa “Portugal em Direto” da RTP1 a propósito da campanha “Se nada fizermos, em 2050 haverá mais plástico do que peixes nos oceanos”.