Poupança de plástico tonelada a tonelada

Só no quarto trimestre de 2018, o Continente conseguiu uma poupança de mais de 1589 toneladas de plástico ao redesenhar as embalagens de marca própria, reduzindo a incorporação de material virgem e incorporando uma percentagem maior de plástico reciclado.

Tornar públicas todas as ações que o Continente tem implementado para a poupança efetiva de plástico nas embalagens de marca própria, por exemplo, implica uma actualização constante das informações. Apesar de trabalhar todas as áreas de atuação de forma sustentável desde o início da sua actividade, 2018 marca de forma significativa o papel ativo do Continente na utilização responsável do plástico.

Sempre que possível, os materiais plásticos são e serão alterados de acordo com novas soluções que vão de encontro ao desempenho das embalagens e que sejam sustentáveis do ponto de vista ambiental e económico. Antes mesmo da incorporação de 80% de material reciclado nos sacos de plástico de caixa e do Continente online, os sacos disponibilizados como embalagem primária (ex. secção das frutas e legumes) sofreram uma redução de cerca de 50% de material plástico quando comparados aos sacos disponibilizados nos anos 80. Há muito que a preocupação em utilizar mono-material nas cuvetes e nos sacos, por exemplo, significa uma maior reciclabilidade dos mesmos.

Um bom exemplo foi o lançamento da Água Continente: as garrafas e os garrafões já apresentavam uma redução sensível de material plástico quando comparados a produtos similares de outros produtores. No início de 2019, depois de uma redução da gramagem do plástico utilizado, a poupança calculada de material virgem ultrapassa as 41 toneladas por ano.

Outro número interessante e que não é visível em loja é o do plástico filme utilizado na logística: entre 2014 e 2017, a poupança estimada na redução da utilização desta película estará na ordem das 280 toneladas bem como a poupança na redução do mesmo tipo de material em loja significa uma redução anual estimada de 135 toneladas (só em 2018).

Há outros números, como as 12,5 toneladas de plástico poupado ao descontinuar a oferta de sacos para contenção da embalagens de lixívia da marca Continente, em 2018. Importante não é apenas contabilizar as toneladas e toneladas de plástico que se podem poupar de forma quase imperceptível para o consumidor mas assumir o compromisso e servir de exemplo para a consciencialização do papel de cada um – especialmente como retalhista, o Continente tem uma responsabilidade acrescida.