Pastas dentífricas Continente sem embalagem

A aposta do Continente no ecodesign das embalagens de marca própria é uma das medidas mais relevantes na redução do impacto ambiental da sua atividade enquanto retalhista. Apesar do foco na redução do plástico e do Compromisso assumido nesse sentido, o esforço ao nível do design e inovação de produto vai mais além e reflete-se também na redução e eliminação de packaging desnecessário.
Nesse contexto, de esforço contínuo para reduzir a pegada ecológica da sua atividade, também a eliminação das embalagens de cartão das pastas de dentes de marca própria se enquadra neste projeto de informação ao consumidor e na estratégia de desenvolvimento sustentável do Continente, permitindo uma poupança anual de cerca de 8.000kg de cartão.
  • A marca eliminou a caixa de cartão e vai passar a vender os dentífricos apenas no tubo;
  • O novo packaging aplica-se a todas as pastas dentífricas para crianças e adultos da marca Continente e estará nas lojas a partir de setembro;
  • Com a alteração, a marca prevê poupar anualmente 8.000kg em cartão das embalagens.

Foi em março deste ano que o então CEO da Sonae, Paulo Azevedo, anunciou que todas as embalagens “da cadeia de produção do Continente serão reutilizáveis, recicláveis ou compostáveis até 2025″, eliminado os materiais “problemáticos ou desnecessários”.

Ana Alves, Diretora Comercial de Marcas Próprias do Continente, explicou que “temos vindo a fazer um levantamento complexo e exaustivo de todos os produtos de marcas próprias e exclusivas – que são cerca de 20.000 – com o objetivo de encontrar as opções mais sustentáveis para cada embalagem. Já identificámos e reformulámos as nossas garrafas de água (diminuindo a espessura), as embalagens das pilhas Boost (eliminado o plástico desnecessário) ou as cuvetes da seção de talho (aumentando o percentual de matéria-prima reciclada), apenas para dar alguns exemplos”.

Seguem-se então as pastas de dentes que, a partir de setembro, deixam de ter a habitual caixa de cartão. A eliminação desta embalagem permitirá poupar algo como oito toneladas de papel anuais.

O Continente tem vindo a implementar diversas medidas sobre o uso responsável de plástico, ao nível da Marca Própria, da logística, dos fornecedores, do apoio à inovação (nomeadamente através de parcerias estabelecidas com universidades nacionais e internacionais para o desenvolvimento de projetos de investigação) e também ao nível da sensibilização junto dos consumidores. Como resultado das iniciativas já implementadas, o Continente prevê uma redução apenas em 2019 de mais de 2 mil de toneladas de plástico.

Estas medidas estão alinhadas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pelas Nações Unidas para 2030, bem como com as apostas Europeias e Nacionais rumo a uma Economia Circular, e inserem-se no âmbito do “Compromisso para o Uso Responsável de Plásticos” que a marca divulgou este ano e está disponível ao público na plataforma exclusivamente dedicada ao tema: http://www.plasticoresponsavel.continente.pt/