Em Roma, as garrafas de plástico valem viagens de metro

A capital italiana está a testar um sistema que recompensa quem reciclar as garrafas de plástico: por cada garrafa é atribuído um crédito de 5 cêntimos que pode acumular e converter em viagens de metro e de autocarro.

“+ Ricicli + Viaggi” é o nome do programa de incentivo à reciclagem que o Município de Roma e a ATAC – rede de transportes de Roma – estão a testar em três estações de metro. Quanto mais reciclar, mais viagens poderá acumular: as máquinas aceitam qualquer tipo de garrafa de plástico e, como recompensa, é atribuído um crédito de 5 cêntimos.

Para já, o sistema está a ser testado em três estações de metro da capital italiana.

Através de uma app específica, o depósito é registado com a leitura de um código no telemóvel. O valor acumulado pode ser trocado por viagens de metro e de autocarro – trinta garrafas valem uma viagem simples, por exemplo (1,5€).

Desde o final de julho que as estações de metro de Cipro (linha A), Piramide (linha B) e San Giovanni (linha C) têm este sistema disponível. Segundo dados oficiais, foram recicladas 11.000 garrafas de plástico só na primeira semana. O projeto-piloto terá a duração de um ano mas o objetivo é implementar o sistema por toda a cidade.

“Num período em que se fala de criptomoedas, nós temos a moeda do plástico, um sistema no qual uma pessoa recicla, cria uma relação de lealdade com o serviço e recompensamos um hábito virtuoso”, afirmou o responsável da ATAC, Paolo Simioni, em declarações à Associated Press.

O caso de Istambul

Desde Outubro de 2018 também Istambul tem um sistema semelhante de depósito de garrafas de plástico e de latas de alumínio cuja recompensa são créditos para utilizar em viagens de metro. A cidade turca tem cerca de 15 milhões de habitantes e não é comum a prática da separação do lixo.

De acordo com os números partilhados pelas entidades turcas em junho deste ano, já foram depositadas mais de 700.000 garrafas de plástico e 103.000 latas de alumínio nas quase 100 máquinas espalhadas por pontos estratégicos da cidade. Através deste sistema, foi possível reduzir em cerca de 41 toneladas as emissões de carbono, correspondentes aos 15.000 kg de plástico reciclado. O objetivo é conseguir recolher 2 milhões de garrafas e latas até outubro de 2019, 1º aniversário do projeto.

Idealmente, em todo o mundo, as garrafas de plástico descartável serão substituídas por garrafas reutilizáveis e tendem mesmo a desaparecer. Até lá, este sistema poderá ser uma boa ajuda para sensibilizar as pessoas e incutir hábitos de reciclagem.

De Roma a Istambul, a recompensa pela reciclagem é também um incentivo à utilização dos transportes públicos. Em breve, também Portugal irá avançar com um projeto-piloto de depósito de garrafas de plástico em algumas superfícies comerciais.