Ciência contra o excesso de plástico em exposição

Até 26 de maio, é possível visitar gratuitamente a exposição itinerante Ocean Plastics Lab, em passagem por Lisboa.

A investigadora alemã Julia Schnetzer é a coordenadora científica do projeto Ocean Plastics Lab, promovido pelo Ministério Federal da Educação e da Investigação Científica da Alemanha com o apoio da Comissão Europeia e de um consórcio de parceiros internacionais de diferentes áreas. A ideia da exposição itinerante, montada em contentores, é mostrar ao mundo, de uma forma simples, interativa e apelativa, alguns factos sobre os plásticos e o problema da sua acumulação nos oceanos.

©BMBF/Denis Erroyaux

A exposição já passou por Berlim, Turim, Paris, Bruxelas e Washington DC e estará em exibição em frente ao Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa, até 26 de maio. Falamos com a responsável do projeto sobre a iniciativa:

Resulta melhor esta forma interativa de partilhar informações importantes sobre o que está a acontecer com o planeta e sobre o que podemos efectivamente a fazer para mudar?

Queremos explicar a dimensão do problema da poluição plástica às pessoas, mas não focando apenas no problema em si. Queremos mostrar que há esperança e que juntos podemos fazer algo, mostrando também o que está a ser feito para parar a poluição plástica nos nossos oceanos.

 Esta exposição é especial porque fazemos isso de uma perspetiva científica, o que significa que todas as nossas exposições são provenientes de cientistas ou de projetos científicos e também explicamos aos visitantes como realmente sabemos o que sabemos e onde ainda existem lacunas no nosso conhecimento. Queremos mostrar que a ciência tem um papel importante na nossa sociedade. A exposição em si não é exemplo de ciência cidadã, mas introduz alguns projetos nesse âmbito.

A ideia de uma exposição itinerante é como uma mensagem metafórica, para pôr o mundo a pensar em conjunto?

Sim, é verdade, na exposição pode ver-se que cientistas em todo o mundo estão a estudar o problema e estão a tentar encontrar soluções. O Oceano cobre 71% do nosso planeta e não há reservas, é um problema global e temos que trabalhar juntos para acabar com a poluição. Felizmente, 186 países das Nações Unidas assinaram um plano para reduzir o lixo de plástico – e é exatamente disso que precisamos, trabalhar juntos a partir de uma base global.”

“Tour virtual” à exposição, pela Dra. Julia Schnetzer

Para mais informações sobre a exposição em Lisboa e sobre o projeto The Ocean Plastics Lab, explore o site https://oceanplasticslab.net/pt-pt/